Tão Mais Bonita [Resenha]

Written By André Vasconcelos on segunda-feira, 27 de outubro de 2014 | 18:57

 Haeden é uma pequena cidade no norte do estado de Nova York que tem como principal empregadora uma fábrica de laticínios. Seus habitantes são pessoas que fincaram raízes por lá e nunca mais foram embora - pessoas que não gostam muito de forasteiros. É o caso da família Piper, que fugiu da confusão da cidade grande com sua precoce e encantadora filha, Alice, procurando um novo começo, e de Wendy White, uma mulher doce e caseira, que desapareceu misteriosamente.

Recém-chegada a Haeden, a repórter Stacy Flynn decide reconstituir a vida de Wendy, que fora assassinada, organizando todos os fragmentos que encontra na tentativa de solucionar o caso. Ela escreve um apaixonado artigo para o jornal local, que desperta em Alice o desejo de também investigar o crime. Enquanto Alice e Flynn, separadamente, observam as pessoas ao redor em busca do assassino, o destino de Alice é entrelaçado para sempre ao de Wendy, quando um segundo crime abala as estruturas da cidade.

Esse livro foi uma das minhas leituras deste mês de Outubro, comprei em uma promoção do Submarino em Setembro e quando terminei algumas leituras atrasadas que tinha, resolvi finalmente, fazer a leitura de "Tão Mais Bonita".

Como já foi dito na Sinopse, ele fala sobre a morte de Wendy White, uma garota de uma pequena cidade dos EUA e a repercussão que isso gerou na vida das pessoas deste condado, principalmente na repórter Stacy Flynn e em Alice Piper, uma garota que tem pais médicos, que deixaram de exercer a medicina, para morar no interior, esperando que seus antigos amigos também viessem com eles em breve.

Você tem que prestar bastante atenção nos inícios dos capítulos, porque a linha cronológica deste livro é muito confusa, a fusão entre passado e presente acabam confundindo bastante o leitor. Eu diria, que existem muitas partes desnecessárias para o desenrolar da história, o que provavelmente causará bastante tédio e falta de interesse nos leitores.

Por outro lado, a história do livro em si, é muito interessante. Com certeza, se você já assistiu "Precisamos Falar Sobre Kevin", em um determinado momento do livro você lembrará deste filme. O desfecho foi muito bem bolado e chocará os leitores.

Então se você é um leitor paciente, talvez você gostará bastante deste livro, mas se você detesta histórias que enrolam demais os leitores, pular as páginas certas, não causará nenhum mal na leitura.

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Popular Posts

Parceiros do Blog

Seguidores

Like us on Facebook
Follow us on Twitter
Recommend us on Google Plus
Subscribe me on RSS